Um clássico: Dom Casmurro

Oi pessoal, estréia hoje uma nova coluna no blog, em que a cada nova postagem - que serão postadas aleatoriamente, sem ter uma data específica -  terá um tipo de apresentação de um clássico (ah Julia, não me diga), com o objetivo de incentivar a leitura dos mesmos. Então, para começar, tem que ser com um dos meus escritores brasileiros favoritos: Machado de Assis, com o livro Dom Casmurro!

A escrita de Machado de Assis tem como principais características a análise psicológica das personagens e a ironia, criticando sempre a sociedade da época. Então, em Dom Casmurro não poderia ser diferente. Bentinho, já idoso, decide "atar as duas pontas da vida", desde a infância até o presente momento em que está escrevendo. E assim, cheio de idas e vindas, relata o drama de sua mãe querer colocá-lo no seminário por causa de uma promessa, sua juventude e vida adulta junto com a amada Capitu.

Porém, os dois possuem personalidades totalmente opostas: Bento vem de uma família rica e é totalmente mimado pela mãe; já Capitolina é uma garota independente e guerreira que tem uma vida simples e humilde, onde desde pequena aprendeu a cuidar de si mesma. O contraste é exatamente o foco de toda a estória.

O livro gira em torno da possível traição de Capitu com seu colega Escobar. A leitura atenta é de grande importância nesse livro, já que não dá para confiar tanto no narrador, pois tem que se lembrar que Bento está em uma fase onde acaba esquecendo de alguns detalhes e inventando outros para preencher onde a memória é falha. "Será que ele está falando a verdade, ou está apenas querendo se fazer de vítima?".

Por fim, acho que não preciso nem dizer o quanto gostei de Dom Casmurro, por mais que Memórias Póstumas (clique no título para ler a resenha) continue sendo o predileto entre as obras de Assis.

A rede Globo fez uma minissérie com cinco episódios baseado nesse clássico. Confesso que só assisti o primeiro até agora, mas já gostei bastante - e é muito fiel ao livro. As personagens são exatamente como imaginei, uma produção totalmente fofa e bonitinha, vale a pena assistir. Deixo aqui em baixo o primeiro episódio, porém, se tiver interesse, há a minissérie completa no Youtube!

Para quem já leu, eis a famosa pergunta: a Capitu traiu ou não o Bentinho?

9 comentários:

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela dica Julia! Já li Dom Casmurro e também assisti o filme, com o Marcos Palmeira e a Maria Fernanda Cândido no elenco e amei! É um dos meus clássicos brazucas favoritos! Beijo!

www.newsnessa.com

Barbara Sá disse...

Dom Casmurro é muito amor *--* Li esse livro para a escola e adorei, Machado de Assis é muito divo. Também mega curtir a série de TV :)

Beijocas,
www.segredosentreamigas.com.br

Iasmin Cruz disse...

Eu já li na época da escola, não tinha costume de ler ainda , uma pena :/
E foi exigido, mas não me lembro muito, deu vontade de ler de novo.

www.iasmincruz.com

Gabriela Silva disse...

Eu li esse livro na época da escola e gosto muito dessa história! Nem preciso dizer que eu ameeeeeei esse post! ♥
Mil Beijos!
http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

Angela Graziela disse...

Comecei a ler esse livro, mas nunca terminei

Beijos
@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com

Amanda Cristina disse...

Oi Ju! Li Dom Casmurro há quase três anos, mas lembro que também gostei muito da obra! Depois dessa leitura, fui com a escola assistir uma peça teatral e morri de amores! Lindo demais! Olha, eu não acredito na traição da Capitu. Ao meu ver, Bentinho era muito inseguro e morria de ciúmes, por se achar inferior a ela... E então começou a criar hipóteses e tudo o mais! Hahahaha
Mas a dúvida é eterna, convenhamos!
Adorei sua resenha! Ótima essa ideia de falar sobre os clássicos aqui no blog! <3

Beijinhos! www.primeiro-livro.com

Julia Cedro disse...

Mas por que? Continue lendo, você não vai se arrepender! Sou meio assim para falar de Machado de Assis, já que amo o autor, mas Dom Casmurro é muito bom!

Beijos.

Julia Cedro disse...

Oi Amandinha! Tava com saudades, viu?

Ai que legal! Também não acredito na traição, Bentinho era tão bobinho e imaginava demais, então deduziu isso, mas não dá muito pra acreditar não, haha. Sim, iremos morrer sem saber se houve ou não traição. Obrigada <3

Beijos!

Ana Luiza Ferreira disse...

Oi,

não sou muita fã de Machado de Assis, mas até que gostei desse livro! Apesar de achar que o Bentinho era doido, acredito que Capitu realmente o traiu!

Bjs