Resenha: 50 Tons de Cinza


 
TITULO ORIGINAL: Fifty Shades of Grey
AUTOR(A): E. L. James
EDITORA: Intrinseca
PÁGINAS: 480
"Quando Anastacia Steele entrevista o jovem empresario Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingenua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a respeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir a beleza discreta, a timidez e ao espirito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos.
Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferencias de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada  de sucesso, os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família - Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos..."
Independente de todas as coisas que ouvi contra esse livro, gostei muito dele, ele é delicioso de se ler. Tudo bem que tem muitas partes pra lá de "calientes" e inimagináveis, mas é uma leitura como qualquer outra. Esse livro não me passou uma mensagem positiva, que levarei pra vida inteira, mas leitura é leitura e não devemos menosprezar, porque toda leitura é experiência.

Por um lado não fui toda amores com ele, as personagens deste livro se parecem muito (e vocês não tem ideia de como) com as de "Crepúsculo", só mudando algumas coisinhas e acrescentando outras. A história em si é super parada, pois não há nada acontecendo ao redor, além da relação de ambos (Anastacia Steele e Christian Grey) não tem muita coisa pra você sentir, se é que vocês me entendem, porém ouve partes em que me surpreendi (e muito!) com os pensamentos e as coisas que as personagens faziam.

 Não tenho muito a dizer sobre a escrita dele, é boa, em algumas partes até irônica. Me envolveu mesmo, e me fez querer sempre mais, mas isso já é comum pra mim.

Agora quero falar sobre a divulgação dele, como vocês sabem tenho 15 anos e não indico esse livro pra menores de dezoito anos, na verdade fico pasma ao saber que há pessoas inferiores a minha idade lendo-o. A facilidade que esse livro pode ser comprado por um a criança de qualquer idade me preocupa, pois ele é altamente erótico e crianças não devem (e nem deveriam) estar lendo. No meu caso, fui curiosa e não pude resistir à não lê-lo, porém não o indico para todas as pessoas.

245n97a.png (32×32)245n97a.png (32×32)245n97a.png (32×32)245n97a.png (32×32)

11 comentários:

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Camila! Já li a trilogia Cinquenta Tons e não gostei. Achei os livros mal escritos e os diálogos entre os protagonistas totalmente exagerados. Beijo!

www.newsnessa.com

Ray* disse...

não gosto desse livro e concordo com vc, não é para menores de 18 anos.

Beijos
http://365diasvariados.blogspot.com.br/

Gabriela Silva disse...

Eu gostei muito da sua resenha mas apesar do sucesso que esse livro tem feito eu não tenho vontade de ler não. Mas o casal principal é bacana! *-*
Mil Beijos!
http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

May L. disse...

Oi Camila.
Não li os livros dessa trilogia, e para dizer a verdade, não tenho vontade de ler. Gosto mais de aventura, ação e romance nos livros, os eróticos não chamam minha atenção.
Mas adorei a resenha.

Beijos

-glowofthemoonlight-

Iasmin Cruz disse...

Mesmo com o sucesso nunca me interessei pela leitura.

http://iasmincruz.blogspot.com.br/

✿Nessa✿ disse...

Oie!
Eu li os dois primeiros, até gostei do romence em si, mas a Ana me irritou, odeio aquela deusa interior dela.rsrs
Comecei a ler o terceiro e parei, pretendo ainda este ano terminá-lo.

Beijos*
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

Amanda Cristina disse...

Oi Camila! Já vi muitas pessoas lendo e criticando 50 Tons. Uns bem, uns mau. O fato é que a premissa não me interessa em nada. Já li Crepúsculo (ou pelo menos tentei: fui até a página 120) e não gostei nem um pouco. Não gosto de histórias paradas, não gosto de livros fantasiosos demais, não gosto de clichês (e triângulo amoro está mais que ultrapassado, convenhamos).
Também concordo: comprar esse tipo de livro está muito fácil, e deveria haver certa rigidez na venda para os menores. No entanto, vemos tanto apelo sexual na mídia (televisiva, principalmente) que não acho que essa literatura seja muito diferente do que o apresentado na tv.

Beijinhos!

Sofia disse...

Oi Camila! Já vi muitas pessoas criticando 50 Tons, mas é muito relativa a questão de opinião e gosto, porém, a premissa realmente não me parece muito interessante. E o que eu acho mais ridículo, é que depois do estrondoso sucesso, tantos autores resolveram escrever livros eróticos, até com nome similar...

Beijoos!

Anônimo disse...

Nossa,ficou muito bacana sua resenha,Parabéns..Sucessos!!
http://esse-tal-de-cinquenta-tons-de-cinza.blogspot.com.br/

Livroterapias disse...

oioi Camila,

Eu li a trilogia e confesso que pra mim ela é uma leitura de lazer e por favor gente, pessoal de menos de 18 anos não leia, a escrita é bem fútil mas o conteúdo não é bom pra crianças, né galera UIAHEUIAIUE
Mas voltando, gostei da sua resenha Camila, parabéns!

Beijos,
Nathália

Nova resenha em Livroterapias

Quésia Mello disse...

Olá, já li a trilogia e acho que a foi mais um passa tempo, não me deixou nenhuma mensagem nem nada. Além disso, não sei se sabe, mas o livro era uma fanfic de Crepúsculo, por isso a similaridade!
Parabéns pela resenha,
Beijos :*

http://sonhandocomlivros.com