Resenha: A Menina Que Não Sabia Ler

TÍTULO ORIGINAL: FLORENCE AND GILES
AUTOR (A): JOHN HARDING
EDITORA: LEYA
PÁGINAS: 282
1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e escura mansão, onde nada é o que parece, a pequena Florence é negligenciada pelo seu tutor e tio. Guardada como um brinquedo, a menina passa os dias perambulando pelos corredores e inventando histórias que conta a si mesma, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que um dia Florence encontra a biblioteca proibida da mansão. E passa a devorar os livros em segredo. Mas existem mistérios naquela casa que jamais deveriam ser revelados. Quem eram seus pais? Por que Florence sonha sempre com uma misteriosa mulher ameaçando Giles, seu irmão caçula? O que esconde a srta. Taylor? E por que o tio a proibiu de ler? Florence precisa reunir todas as pistas possíveis e encontrar respostas que ajudem a defender seu irmão e preservar sua paixão secreta pelos livros antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas do mundo literário. Ou será que tudo isso não seria somente delírios de uma jovem com muita imaginação?
Um livro que confesso ser misterioso e surpreendente, mas que não superou todas as expectativas que criei em cima dele. Florence é uma garota orfã de 12 anos que aprendeu a ler sozinha e vive preocupada com seu irmão Giles, 3 anos mais novo. E lá vivem bem, até a chegada de uma nova preceptora.

A leitura no começo foi bem maçante e lenta, custei a chegar até a metade do livro, onde a estória começou a ficar realmente boa e me prendeu até o fim. Ficava angustiada e queria ver logo todos os mistérios desvendados, tentando junto com a protagonista entender o que realmente estava acontecendo e mudando de opinião sobre o que acontecia de acordo com o desenrolar da trama.

Porém, ao chegar nos últimos capítulos acabei sendo decepcionada, pois foi uma confusão danada e demorei um bom tempo para entender o que havia sucedido. Acho que o motivo disso foi pela narrativa ser em primeira pessoa pela Florence, uma menina que veria o quisesse e do jeito que quisesse ver. Não tem como demonstrar minha frustração sem acabar contando spoilers, então acho melhor parar por aqui.

Acho que todos já estão cansados de ouvir isso, mas não custa nada repetir: o título não tem nada a ver com o livro. Realmente, para um livro que o original é "Florence e Giles", não tem sentido traduzir como "A Menina Que Não Sabia Ler" e não precisa nem ler o livro, pois apenas pela sinopse dá para saber que Florence sabe sim ler.

Além de tudo isso, acho que a leitura de A Menina Que Não Sabia Ler vale a pena sim, se você não criar tantas expectativas como eu, pois é um livro que eu avaliaria como mediano. Algo não exatamente maravilhoso, mas que é bom.

245n97a.png (32×32)245n97a.png (32×32)245n97a.png (32×32)

10 comentários:

Eduarda Menezes disse...

Oi Ju,
Esse título não faz o menor sentido mesmo. Acho que eles quiseram pegar carona no sucesso de A menina que roubada livros, já que soa parecido.

Eu adorei A Volta do Parafuso, do Henry James, então sou louca pra ler esse livro desde então. Ele faz referência ao clássico de terror do James, que é contado em primeira pessoa pelo ponto de vista da governanta, que também é super duvidoso, a gente não sabe se acredita nas coisas que ela fala. O autor resolveu "brincar" com isso e contou sob o ponto de vista da criança. Até os nomes são parecidos. No outro eles são Flora e Miles!

Beijão!

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Julia! Já li A Menina que Não Sabia Ler e curti bastante. Beijo!

May L. disse...

Oi Julia =D
Ah eu adorei esse livro! Sério, achei incrível essa coisa "doida" que o autor criou.
A Florence é uma das minhas personagens favoritas. Com uma imaginação sem tamanho, parecia que escorria pelos ouvidos dela por não caber mas ali na cabeça. kkk
E até fiquei meio arrepiada com esse livro. Acredita?
Bem, vi que essa confusão do real com o imaginário não agradou a todos, mas eu adorei.

Beijos
-Glow Of The Moonlight-

May L. disse...

Ah, adorei o novo template do blog ;)
Ficou muito lindo!

Gabriela Silva disse...

Eu já li resenhas muito boas desse livro, o enredo é bem bacana; Eu gostaria de ler sim! *-*
Mil Beijos!
http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

Livroterapias disse...

Isso aconteceu comigo!
Criei muita expectativa e fiquei frustrada no final!
Beijos
Rizia - Livroterapias
http://livroterapias.blogspot.com.br/

Alinne disse...

Oi Julia.
Esse livro não me chama muito a atenção, sei lá desde o começo não me interessei muito e depois de ler algumas opiniões negativas resolvi deixar passar.
Beijos.

Yasmin Dutra disse...

Quando fui ler esse livro,não dei NADA por ele! Confesso que como uma criança boba senti um pouco de medo no meio do livro kkkkkk A leitura foi bastante agradável,a história foi muita bem desenvolvida e como você disse,o livro não é maravilhoso mas,eu realmente gostei,achei bastante interesse o tema abordado e a forma como as ''críticas'' escondidas foram impostas ! Gostei muito !

Amanda Cristina disse...

Oi Ju! Sério que o título não tem nada a ver com a trama? Poxa, pra falar a verdade, o que mais me chamava a atenção era esse título misterioso... Já havia lido algumas resenhas e até agora também estava com altas expectativas sobre esse livro. Uma pena saber que ele não vale a pena. Não gosto de livros muito confusos, que a gente se sente perdida no meio da leitura. É chato quando isso acontece...
Poxa, vou repensar se irei lê-lo agora. Me parecia uma narrativa tão boa, fiquei decepcionada. :/
Gostei da resenha. Bem sincera. Abriu meus olhos, rs

Beijinhos!

Bianca disse...

Oi Julia,

Eu também criei muitas expectativas para o livro e não foram cumpridas, o final foi realmente confuso e deixou várias pontas soltas, uma pena ):

Beijos, Bi
http://behindenemyline8.blogspot.com.br/