Resenha: O Restaurante no Fim do Universo

INFORMAÇÕES


Título Original: THE RESTAURANT AT THE END OF THE UNIVERSE
Autor: Douglas Adams
Editora: Sextante
Página: 173


SINOPSE

O que você pretende fazer quando chegar ao Restaurante do Fim do Universo? Devorar o suculento bife de um boi que se oferece como jantar ou apenas se embriagar com a poderosa Dinamite Pangaláctica, assistindo de camarote ao momento em que tudo se acaba numa explosão fatal? A continuação das incríveis aventuras de Arthur Dent e seus quatro amigos através da galáxia começa a bordo da nave Coração de Ouro, rumo ao restaurante mais próximo. Mal sabem eles que farão uma viagem no tempo, cujo desfecho será simplesmente incrível. O segundo livro da série de Douglas Adams, que começou com o surpreendente "O Guia do Mochileiro das Galáxias", mostra os cinco amigos vivendo as mais inesperadas confusões numa história cheia de sátira, ironia e bom humor. Com seu estilo inteligente e sagaz, Douglas Adams prende o leitor a cada página numa maravilhosa aventura de ficção científica combinada ao mais fino humor britânico, que conquistou fãs no mundo inteiro. Uma verdadeira viagem, em qualquer um dos mais improváveis sentidos.

RESENHA:


CUIDADO, ESTA RESENHA PODE TER SPOILERS DO O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS!

Está com fome? Que tal jantar no Restaurante no Fim do Universo? É isso o que Zaphod, Arthur, Trillian e Ford decidem fazer, mas antes disso acontecer, eles se metem em muitas confusões e aventuras.

Zaphod  é egocêntrico, tem duas cabeças, três mãos e é ex-presidente da Galáxia. Não sei porque, mas adoro ele e o jeitão dele descontraído, só querendo se divertir.

Arthur é um dos dois terráqueos sobreviventes depois de destruição do "planeta" Terra. Eu acho ele muito histérico, e por algum motivo que eu não sei, não gosto muito dele, mesmo começando a gostar dele um pouco mais no fim desse livro.

Trillian é a outra terráquea que sobrevive, é calma e paciente (tem que ter paciência, afinal, aguentar Ford e Zaphod não é para qualquer um).

Eu não gosto do Ford. Não me perguntem o por que, só não gosto muito dele.

E por último e não menos importante, Marvin, o robô depressivo que sempre acompanha eles. Como já disse anteriormente, adoro ele. Que tal fazer um fã clube pra ele?

O livro é muito bom. Adams faz criticas para sociedade (generalizando, ok?), misturando com humor, e isso é o mais incrível nele. Estou adorando e recomendo!

5 comentários:

Dona Flôr disse...

Pelo visto você está se divertindo à beça nessa viagem intergalática. ^^
Quantos livros você lê por mês?

Vanessa Tourinho disse...

Ainda não cheguei a este livro, mas por enquanto eu gosto de Ford. Quando a Arthur, ainda não tenho opinião formada sobre ele.

Bjs.
ParaísoEmPapel

May L. disse...

Nem li a resenha, fiquei com medo de ler algum Spoiler *.*

αmαndα cristinα ツ disse...

Uhh, só o "críticas para sociedade" já me chamou a atenção! rs'
Parece ser uma série muito boa, realmente. Já vi zilhões de resenhas positivas e mal posso esperar para começar a ler e me divertir... :)


Beijinhos, Amanda Cristina.
www.primeiro-livro.com

Alinne disse...

Pelo jeito esse livro é bem interessante, gostei por conter criticas para sociedade. Fiquei curiosa tanto para ler este como O mochileiro das galaxias.
Beijos.

Books e Desenhos